O Parque Escola é inspirado em iniciativas educacionais que observam e respeitam a criança na sua totalidade. Temos como princípio que a primeira infância é o alicerce sobre o qual cada ser constrói a sua individualidade e por isso cuidamos para que as crianças de nossa escola possam se desenvolver em sua autonomia e personalidade. Trabalhamos com Projetos Didáticos, sem apostilas.
Cada Projeto é definido em conjunto com as crianças, com temas de interesse coletivo. As crianças são coparticipantes e planejadoras de seu próprio conhecimento. E às professoras e aos professores cabe o papel de pesquisador, intérprete e organizador das ideias. Os temas sempre envolvem solução de problemas, dificuldades, necessidades. Ao estudar cada um, são oferecidas oportunidades de transdisciplinariedade e de conhecimento global.
A abordagem pedagógica do Parque Escola é construtivista. Acreditamos no protagonismo da criança na construção do seu próprio conhecimento. Além disso somos inspirados por diversas teorias e pedagogos.
O enfoque Reggio Emilia valoriza a participação de toda a comunidade e dos pais de forma ativa na educação dos pequenos. O poema que abre esse texto foi escrito por um dos fundadores dessa abordagem, Loris Malaguzzi, e demonstra como as crianças possuem infinitas possibilidades para se expressarem, muito além da palavra escrita e dos símbolos do mundo adulto. 
Baseado em Jean Piaget (1896-1980), John Dewey (1859-1952), e Lev Vygotsky (1896-1934), entre outros, foi concebida uma proposta educacional que usa a linguagem gráfica para explorar as formas de aprender das crianças. Desenhando, elas analisam o tema de estudo e comunicam suas ideias, mesmo antes de estarem alfabetizadas. Isso demonstra como a criança tem inúmeras formas de pensar, de se exprimir, de entender e de se relacionar. 
Para compreender todas essas maneiras de se expressar, a escola precisa proporcionar espaço para pesquisa, produções artísticas e de textos, observação, discussão, entrevistas, explorações de números e o que mais for necessário para as crianças experimentarem e, com isso, avançarem.  
Para a pedagogia Waldorf, outra inspiração para o Parque Escola, os primeiros sete anos de vida é o momento em que viver é muito bom. As crianças têm um genuíno prazer em estarem vivas. Cada parte de seu corpo, seus músculos, sua voz, se juntam para celebrar a vida. Para elas viver é movimentar-se e experimentar. Querem tocar, cheirar, subir, descer, correr. As descobertas são feitas com os sons das palavras, com o aroma das flores e da comida, com a sujeira. Privar as crianças desse conhecimento é impedir que elas cresçam em sua totalidade.

Venha nos visitar: